13 de Maio - 211º Aniversário da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

Publicado em
13-05-2020

O Subsecretário Militar do Gabinete de Segurança Institucional parabeniza a Secretaria de Estado de Polícia Militar pelo seu 211º aniversário.
A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro foi criada oficialmente através de decreto de 13 de maio de 1809, assinado pelo Príncipe Regente Dom João, estabelecendo a então Divisão Militar da Guarda Real de Polícia da Corte. Esta norma é considerada a certidão de nascimento da PMERJ e também a origem da primeira Polícia Ostensiva do Brasil.

Decreto Criação PMERJ


Seu primeiro comandante foi o Coronel do Exército Português José Maria Rebello de Andrade Vasconcellos e Souza.
O dia 13 de maio foi escolhido por ser a data de aniversário de Dom João VI, que aportara em nosso país no ano anterior à frente da comitiva da Família Real portuguesa.
A Polícia Militar esteve presente, sempre como protagonista, nos momentos mais importantes da história do país.
Fato pouco conhecido é que ilustres personalidades históricas já estiveram à frente desta honrosa Corporação, como o então Tenente Coronel do Exército brasileiro Luiz Alves de Lima e Silva, o DUQUE DE CAXIAS, Patrono do Exército Brasileiro e considerado um dos Oficiais mais competentes de nossa história. 
Duque de Caxias comandou a Guarda Real de Polícia de 20 de Outubro de 1832 a 17 de Dezembro de 1839.

Duque de Caxias


Outro insigne Comandante Geral da PMERJ, é o Coronel PM Carlos Magno Nazareth Cerqueira, merecendo destaque pelo seu brilhantismo e visão institucional. O Cel Cerqueira lutou por uma Polícia Cidadã, priorizando a prática dos Direitos Humanos, a integração e interação com a sociedade civil, buscando preparar a Corporação para atuar dentro de uma concepção moderna, democrática e voltada para os princípios constitucionais recém decretados.
Seus comandos ocorreram em dois momentos, entre os anos de 1983 a 1987 e de 1991 a 1995, sendo este o período em que o citado iniciou o programa de policiamento comunitário na América Latina, através do Centro Integrado de Policiamento Comunitário (CIPOC) implantado em 1983, na Cidade de Deus. 
Ele também é o responsável pela criação do PROERD em 1992, sendo a PMERJ a pioneira ao aplicar o Programa de Prevenção às Drogas. 
Após o seu sucesso, o programa foi capilarizado em todas as Polícias Militares do país. Também merece destaque na sua gestão a criação do Grupamento de Policiamento em Áreas Turísticas - atual BPTur e do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios – atual BEPE. 
A sociedade também a ele agradece, a criação da doutrina de POLÍCIA OSTENSIVA, baseada em farta documentação orientadora das ações preventivas e repressivas, introduzidas também por outras coirmãs.

Cerqueira


Assim como toda a sociedade brasileira, a Polícia Militar se transforma, se aperfeiçoa, incorporando metodologias e tecnologia.
Hoje, passados mais de dois séculos, diante de uma sociedade complexa e que exige diferentes linhas de atuação, ela continua em mutação.
O combate às facções criminosas fortemente armadas, características urbanas e aspectos topográficos que somente territórios do Rio de Janeiro possuem, elevam nossos Policiais Militares ao reconhecimento internacional da nossa coragem e competência, por ações em regiões tão complexas e hostis.
A PMERJ está presente nas ruas, prestando atendimento direto à população, ajudando no transporte de doentes, na orientação de pessoas em dificuldades, na intervenção de disputas domésticas, na repressão a crimes ambientais, na proteção de nossa flora e fauna.
Pautada nos pilares da hierarquia e disciplina, é a instituição responsável pela preservação da ordem pública, pelo policiamento protetivo, voltado para o respeito ao cidadão de BEM!
É necessária, é fundamental, é do Estado Democrático de Direito, sendo afinal a última barreira que impede o caos e a barbárie de se instaurarem no seio da nossa sociedade.
Aproveitando o ensejo, o Centro Cultural da PMERJ abrange um acervo com mais de 3000 itens reunidos ao longo desses mais de 200 anos de existência da instituição com a missão de valorizar e preservar a memória da história da Corporação, sua tradição e identidade. Destacam-se a coleção de armaduras dos séculos XV e XVI, o acervo de armas antigas, usadas desde os primeiros tempos da Divisão Militar da Guarda Real de Polícia, bem como objetos e documentos, desde a chegada da Corte Portuguesa no Rio de Janeiro, em 1808, passando pela Guerra do Paraguai, pela Independência do Brasil e objetos que retratam atuações mais contemporâneas
O Museu fica situado na Rua Marquês de Pombal, nº 128, Cidade Nova – Centro - RJ. Para maiores informações para visitação entrar em contato através do telefone: (21) 2332-6668 ou do e-mail: museu@administrativo.pmerj.org/ museu_pmerj@policiamilitar.rj.gov.br ou acessar a página no Facebook através do @ccpmerjoficial.

PARABÉNS À POLÍCIA MILITAR pelos seus 211 anos de glória!